Doença ou morte no estrangeiro

A missão diplomática da Finlândia, a sua companhia de seguros e o seu agente de viagens no estrangeiro podem fornecer informações de contato de médicos e hospitais no estrangeiro. Em caso de emergência, ligue para o número local de emergências.

Doença no estrangeiro

Uma pessoa que resida na Finlândia tem o direito a tratamento médico enquanto permanecer temporariamente noutro país da UE, EEA ou Suíça. O direito a tratamento médico é demonstrado por um Cartão Europeu de Seguro de Doença. Todas as pessoas que fazem parte do sistema de segurança social da Finlândia e que estejam a planear uma viagem de férias, estudos, trabalho ou à procura de emprego em países da UE, EEA ou Suíça.

Lembre-se do seguro de viagem

É sempre aconselhável ter um seguro de viagem privado, uma vez que o Cartão Europeu de Seguro de Doença não cobre os custos com tratamentos especiais nem aqueles que exigem repatriamento por doença e falecimento. Se é um praticante de modalidades desportivas de alto risco (como mergulho, alpinismo, queda livre), também deve certificar-se de que a sua cobertura de seguro é suficientemente abrangente.

Contate a sua companhia de seguros

Em caso de doença, contate o atendimento de emergências da sua companhia de seguros. Eles poderão prestar instruções, contactar um médico e, se necessário, providenciar o seu repatriamento. Em casos em que o médico não aceite o compromisso financeiro de companhias de seguros no estrangeiro, deve estar preparado para pagar inicialmente, por conta própria, os honorários do médico.

As questões privadas são confidenciais. Compete-lhe a si decidir a quem comunicar a sua doença. Se a própria pessoa que adoeceu estiver incapacitada de expressar-se, as informações só podem ser reveladas aos seus familiares próximos.

Perturbação da saúde mental no estrangeiro

Às vezes, o stress da viagem, as diferenças culturais ou diferentes conflitos poderão representar uma carga psicológica cada vez maior para o viajante. Isto pode resultar em sintomas psicológicos mesmo numa pessoa saudável. Por esse motivo, também é importante haver um seguro de viagem válido e assegurar-se da sua cobertura.

Em circunstâncias não familiares, pode ser difícil obter ajuda para problemas mentais e, às vezes, é preciso interromper a viagem devido a sintomas mentais difíceis de tratar.

No caso de crises agudas e traumáticas (por exemplo, acidente, falecimento de pessoa próxima, ser vítima de assalto ou violência), pode entrar em contacto com o serviço nacional de atendimento de emergências sociais e de crises de Vantaa , disponível 24 horas todos os dias da semana através do número +358 9 839 24 005.

Falecimentos no estrangeiro

Em caso de falecimentos no estrangeiro, a missão diplomática da Finlândia no estrangeiro auxilia, se necessário, com os procedimentos relativos ao enterro, cremação ou repatriamento do falecido, de acordo com os desejos dos familiares do falecido. Caso o falecido não tenha seguro, os familiares são responsáveis por todas as despesas.

O pessoal da missão diplomática recebe, na maioria das vezes, a notificação do falecimento de cidadãos finlandeses no estrangeiro através das autoridades do país, do agente de viagens ou do cônsul honorário. A missão diplomática informa o falecimento ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, o qual encaminha a informação para a polícia finlandesa.

A funerária é responsável pelo repatriamento do falecido e dos preparativos para o funeral.

Em caso de falecimento, o seguro de viagem do cidadão finlandês cobre normalmente, ou os custos com o repatriamento do falecido do estrangeiro para o local de residência do falecido na Finlândia, ou as despesas locais resultantes do funeral.

Caso o falecido não tenha seguro, os familiares são responsáveis por todas as despesas. Os custos com o repatriamento para a Finlândia podem ser muito elevados.

Em caso de falecimento, pode contatar o Ministério durante o horário de expediente, através do número +358 (0) 295 350 000, ou do número (09) 1605 5555 fora do horário de expediente.

Notificação de falecimento ao Registo Civil

Caso o falecido seja repatriado para a Finlândia num caixão ou urna, um médico legista finlandês emitirá um atestado de óbito.

Noutros casos, os familiares do falecido são responsáveis por assegurar o registo da data de falecimento no Registo Civil da Finlândia. A notificação de falecimento de um cidadão finlandês no estrangeiro é feita no cartório da Finlândia, ou pode ser enviada por correio para a missão diplomática da Finlândia no estrangeiro, a qual encaminhará a notificação para o cartório finlandês para ser registada.

É necessário anexar ao formulário, o certificado de óbito original e legalizado, ou então uma cópia deste reconhecida oficialmente pela missão diplomática da Finlândia. Se o documento estiver num idioma que não o finlandês, sueco ou inglês, deve ser produzida uma tradução oficial deste para um dos idiomas acima referidos. Quando uma tradução é feita no estrangeiro, a tradução também deve ser juramentada. A tradução feita por um tradutor juramentado na Finlândia é válida por si só.

Os familiares são responsáveis pelos custos da obtenção, tradução e ajuramentação do atestado de óbito.