Colônia finlandesa de Penedo

Penedo foi fundada em 1929 pelo finlandês Toivo Uuskallio e sua esposa Liisa em uma antiga fazenda de café, no município de Resende, sul do estado do Rio de Janeiro. Desde o início do século 20 havia uma forte corrente de emigração ideológica na Finlândia, e foi nesta época, que Uuskallio teve um chamado para criar sua colônia utópica no Sul.

O respeito à natureza e à liberdade, junto com o vegetarianismo radical e naturalismo eram os mais importantes princípios da colônia. Desde o início, as dificuldades climáticas, materiais e financeiras eram intensas. Com o tempo, a discordâncias ideológicas também dificultaram a vida na colônia.

A principal atividade econômica, a venda de mudas laranjeiras, teve uma queda no início da segunda guerra, pois a venda de laranjas para Europa foi interrompida. Para resolver o problema financeiro, Uuskallio vendeu uma grande parte da fazenda para um grupo suíço em 1942.

Os finlandeses passaram a exercer outras atividades, ligadas ao turismo, artesanato, fabricação de fornos de sauna ou teares manuais. Atualmente existem poucos finlandeses e seus descendentes Penedo, mas a região é um recanto voltado ao turismo ecológico, conhecida pela presença da tradição e cultura finlandesa.

Uma das principais atrações é o Clube Finlândia, onde é organizado o Baile Finlandês de Penedo, com danças e trajes típicos finlandeses. A Pequena Finlândia é um shopping temático que reproduz a arquitetura finlandesa e onde está a casa de verão do Papai Noel.

Mais informações sobre Penedo você encontra no site oficial: Penedo.comLigar a outro website.

Em 2018 foi publicado em português o livro “Penedo 90 anos - histórias da colónia finlandesa”, em homenagem aos pioneiros de Penedo e seus descendentes.

Fonte:

  • Salonperä, Petri 1998; Utopiasiirtolaisuus

  • Pakkasvirta, Jussi ja Aronen, Jukka (toimi.); Kahvi, pahvi ja tango. Suomen ja Latinalaisen Amerikan suhteet. Gaudeamus, 1998.